D. Pedro IV

D. Pedro IV

Procure outros sítios curiosos


Search WWW Search passadocurioso.blogspot.com

sexta-feira, junho 03, 2011

Calendário Maia


O tempo é redondo

Graças à exactidão do calendário, o mais perfeito entre os povos mesoamericanos, os maias eram capazes de organizar suas actividades quotidianas e registar simultaneamente a passagem do tempo, historiando os acontecimentos políticos e religiosos que consideravam cruciais.

Entre os maias, um dia qualquer pertence a uma quantidade maior de ciclos do que no calendário ocidental. O ano astronómico de 365 dias, denominado Haab, era acrescentado ao ano sagrado de 260 dias chamado Tzolkin. Este último regia a vida da “gente inferior”, as cerimónias religiosas e a organização das tarefas agrícolas.

O ano Haab, e o ano Tzolkin formavam ciclos, ao estilo de nossas décadas ou séculos, mas contados de vinte em vinte, ou integrados por cinquenta e dois anos.

Eles estabeleceram um “dia zero”, que segundo os cientistas corresponde a 12 de Agosto de 3113 a.C. Não se sabe o que aconteceu, mas provavelmente esta se trata de uma data mítica.

A partir deste dia os ciclos se repetiam. Entretanto, a repetição dominava a linearidade. Podiam acontecer coisas diferentes nas datas anteriores de cada período de vinte ou cinquenta e dois anos, mas cada sequência era exactamente igual à outra, passada ou futura.

Assim diz o Livro de Chilam Balam: “Treze vezes vinte anos, e depois sempre voltará a começar”. A repetição cria problemas para traduzir as datas maias ao nosso calendário, já que fica muito difícil identificar fatos parecidos de sequências diferentes. A invasão tolteca do século X se confunde nas crónicas maias com a invasão espanhola que ocorreu 500 anos depois.

Por isso, os livros sagrados dos maias eram simultaneamente textos de história e de predição do futuro. Na perspectiva maia, passado, presente e futuro estão em uma mesma dimensão.

Por outro lado, os historiadores contemporâneos recorrem às profecias maias para conhecer episódios do passado desta sociedade, com a profecia se expressando como uma forma de memória.

10 comentários:

Rodrigo D. P. disse...

Olá a todos acho este calendário maia muito importante pois os maias foram uma grande civilização do seu tempo.

Rodrigo Serrano 6ºc

Martim disse...

Este calendário foi importante para os maias mas nos nossos tempos não nos era muito útil. reptir os ciclos.

Gonçalo Duque disse...

Olá...
Na minha opinião, o calendário dos maias é muito importante porque eles conseguiram prever alguns acontecimentos que até hoje se realizaram.

Gonçalo Duque 6ºG

Raquel disse...

Olá eu acho que eate calendário é muito intersante porque é muito diferente do nosso.


Ana Raquel, 6ºC

Guilherme disse...

Na minha opinião, o calendário Maia é muito importante pois ele prevê acontecimentos que ainda hoje acontecem.






Guilherme V. Nº15 6ºG

Guilherme disse...

eu acho que o calendario maia é muito importante pois prevê coisas do futuro.





Guilherme V. Nº15 6ºG

lucasdraque disse...

Este calendário é importante para se conhecer melhor a civilização Maia.

Lucas Draque 6ºG

Anónimo disse...

ola a todos, calendário maia era muito importante par os maias nos tempos, mas a nós não é tanto.gostaria de ter um calendário desses porque já vi que é muito interessante.




Cláudia Carvalho 6ºc

claudia carvalho disse...

ola a todos, queria dizer que gostei deste calendário e achei muito interessante, e também aprendi que o calendário é importante para os maias.





Cláudia Carvalho 6ºc

Rita Reis disse...

Olá, eu acho este calendário bastante interessante pois os Maias foram uma grande civilização e para além disso o calendário ainda é utilizado.

Rita Reis 6ºC